...

- Pode se retirar!
Lara recebia das mãos da criada as roupas secas de Lia e em seguida, dava a cativa a ordem para que saísse do quarto. As duas irmãs ficaram a sós. Silenciosas! Suas respirações se digladiavam, ansiavam pela voz uma da outra, queriam se desculpar talvez... Havia um misto de emoções no ar.
- Lara...
(...) Você não nasceu do mesmo ventre que eu... Filhote de escrava! Filhote de bezerro! Bicho imundo...

2 comentários:

Tania Girl disse...

Não gostei do que a Lara fez.
Estou torcendo para que Edward se apaixone pela Lia.
bjos

Hakume disse...

Amei tanto o seu romance que me atrevi a te seguir e te indicar um selinho de consideração, já que seu blog é apenas para sua história.

Mil beijos.

Postar um comentário

 

Design in CSS by Nana França and sponsored by Mitsuyia
...E Nada é Para Sempre created by ...E Nada é Para Sempre